Weekend Tips #017 - Como vai o nosso cérebro emocional?

Este e-mail contém elementos que podem não ser visíveis no e-mail. Ver online.

Newsletter 17

for your weekend

As emoções atrapalham as nossas decisões? 
​Absorvem-nos muita energia?

Separador

O nosso cérebro emocional é muito rápido, age por impulso e é precipitado. Infelizmente lidera-nos para situações que mais tarde nos traz arrependimentos. O que podemos fazer?

Ganhar a consciência que o cérebro emocional dispara quando tem ‘medo’ e identifica a necessidade de sobreviver por alguma razão. Ficar em estado de alerta para percebermos que alguns temas e situações vão carregar no nosso gatilho, disparando as emoções. Fazer uma análise mais cognitiva (racional), desafiando as razões que nos trazem uma reação emocional. Aplicar alguma empatia, colocando-nos no lugar do outro. Relaxar e respirar fundo para acalmar o nosso corpo.

Todos nós temos dias bons e maus. Uns recuperam rapidamente de um dia mau, outros são mais lentos - sofrem de um estado de preocupação crónico. O que podemos fazer para parar com isso? Marcar na agenda momentos para não pensar em nada. Passear o cão ou lavar a loiça pode funcionar para alguns. Mudar de óculos pode ser outra solução. As ‘lentes’ que usamos por vezes só reforçam a parte negativa. Dar um valor relativo a alguns problemas e repensar neles olhando para os pontos positivos ajuda-nos a criar um rácio positivo nas nossas mentes.

’As emoções e os sentimentos não são um luxo. São formas que encontramos para transmitir e comunicar aos outros o que se passa na nossa mente.’

António Damásio, Professor, Investigador e Autor
Separador

Cursos

Leitura

Deseja anular a subscrição da nossa newsletter? Clique aqui.

Inicie sessão