Week Tips#190 - Gerir conversas tensas e difíceis

terça, 19 fevereiro 2019 12:01

“Explicit disagreement is better than implicit misunderstanding.” - Douglas Stone

Cada pessoa é pelo menos 50% responsável pelo modo como os outros se relacionam com ela. Todas as nossas ações verbais, ou não, limitam ou permitem mais opções aos outros. Somos todos animais de hábitos, e por isso temos padrões de comunicação que fomos construindo, os quais nos ajudam a evitar pensar naquilo que dizemos ou transmitimos.

Se evitas conflitos, os outros podem gerar condições para recuares, pedires desculpas e ires embora. Mas se assim for abdicas de metade da tua responsabilidade – dos tais 50%. Isso pode não ser bom. É por isso que podes sentir a tentação de responder a um insulto como se fosse a última luta da tua vida. E no fim, sentires que és a vítima, ou optares por levantar a cabeça e assumires o erro. Sendo assim, o que podemos fazer para lidar com conversas tensas ou difíceis?

  • Constrói uma moldura diferente – enquadra a imagem da conversa numa perspetiva distinta e transmite isso aos outros.
  • Reformula – diz as palavras de um modo diferente, e, principalmente, menos negativo.
  • Redireciona – dá um sentido diferente às expressões negativas e dá um peso relativo ao que é dito.
  • Reequilibra – equilibra a tua energia com a da outra pessoa. · Reorganiza – procura focar a conversa nos temas essenciais e retira do centro da conversa o que é acessório.

 

 Cursos

 

Relacionados

"O mais importante na comunicação é ouvir o que não está a ser dito." - Peter F. Drucker

Evita os conflitos? Gosta de estar cómodo e prefere que os outros façam o mesmo? Aproveite os conflitos e veja-os como oportunidades.

Inicie sessão