Storytelling #43 - O dilema do bem comum

 
Tue, 30 June 2020 | #historia #dilema
"The earth has enough resources for our need, not our greed."
Mahatma Gandhi

Este é um conceito originalmente escrito pelo matemático e economista William Foster Lloyd, em meados do século passado, sobre a problemática da gestão de recursos na terra. Para o ilustrar com mais clareza, apresentou uma analogia a uma pastagem que era partilhada por pastores locais.

Os pastores tinham o intuito de maximizar a sua rentabilidade, e por isso apostavam no aumento da dimensão do rebanho de ovelhas sempre que lhes fosse possível. O problema é que cada animal a mais, teria sempre um impacto positivo e outro negativo: positivo, porque o pastor recebe o lucro sobre cada animal a mais; negativo, dado que a pastagem fica mais degradada quando se colocam mais animais. Isto é, enquanto cada um retira mais vantagens para si, acaba por o fazer suportado numa divisão de custos e benefícios desigual.

Na analogia o pastor individual fica com todas as vantagens, mas as desvantagens são partilhadas entre todos os que fazem uso da pastagem. Por isso, um pastor individual, quando toma uma decisão racional, pensa nos seus interesses, e procura acrescentar mais uma ovelha na pastagem. Depois mais outra, e depois mais outra.

Neste caminho, os pastores que usam a pastagem fazem-no normalmente numa base individualista, levando à degradação da pastagem a longo prazo. Ou seja, destruindo o bem comum. Um contexto que ainda hoje, passados tantos anos, persiste à nossa volta.