Storytelling #6 - O Homem Cego e o Elefante

 
Fri, 30 June 2017 | #historia #experiência
"Enfrenta a realidade tal como ela é. E não como ela foi, ou como tu desejas que ela seja."
Jack Welch
A parábola do homem cego e do elefante tem a sua origem na Índia antiga. Esta é uma história de um grupo de cegos que nunca antes tinha encontrado um elefante. Um elefante chegou recentemente à cidade onde viviam os cegos, por isso decidiram aprender mais sobre o animal através do toque.

Por ser um animal de grande porte, cada homem cego sentiu uma parte diferente do corpo do elefante. Somente uma parte. No fim eles descreveram o elefante com base na experiência que cada um teve. E concluíram que as suas descrições estavam em completo desacordo sobre o que é um elefante. Quem tocou no rabo sentiu uma espécie de corda. Quem tocou na pata disse que tinha encontrado algo parecido com um tronco. Quem tocou no elefante de lado disse ter encontrado uma parede. Quem ficou com a tromba, diz ter apalpado uma cobra grande e espessa.

Tal como esta parábola nos transmite, as pessoas tendem a projetar suas experiências parciais como se fossem toda a verdade. Ignorar as experiências dos outros implica termos a consciência que estamos limitados a uma opinião parcial. Resta-nos receber mais informação, ouvir mais os outros e perceber outras partes para termos uma visão mais completa e real sobre as situações.